Com Gabi

por Maisa Antunes

Das últimas vezes que encontrei um caramujo caminhando calmamente estava com a Gabi. Seguíamos depois entrecortando nossas conversas sobre aquela presença, que com seus passos lentos, deixando rastros, atravessava um caminho que dava para outra parte do jardim. Em nosso pensamento e sentimento dávamos pressa ao caramujo para que ele conseguisse passar sem ser interditado. Era uma cumplicidade silenciosa entre eu e a Gabi.

Nós também Gabi. Que nada nem ninguém, interdite nosso caminho. Somos como aquele caramujo, que carrega a própria casa, cheia de nós, cheia de outros, caminhamos lentamente em nossa própria direção.

Quem sabe assim o mundo necessite de nós.

Caramuljo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s